Skip to content

Declaração de Fé na Consciência Cristã 2016

Nós,
membros da igreja de Jesus Cristo, participantes do 18º Encontro para a
Consciência Cristã, celebramos a comunhão que desfrutamos como povo de
Deus, e unidos ao redor do evangelho de Cristo afirmamos:











1-) Que a mensagem pregada pelos apóstolos tinha por conteúdo exclusivo a
verdade inequívoca de que Jesus Cristo era o único capaz de salvar os
homens de seus delitos
e pecados, e que fora dele absolutamente ninguém
pode ser salvo
(Atos 4:12);





2-) Afirmamos também que através da morte de Cristo na Cruz todo escrito
de dívida que era contra nós foi cancelado (Colossenses 2:13-14) e que,
devido a isso, não existe nenhuma maldição ou condenação que possa
prevalecer, amedrontar ou escravizar aqueles que por Ele foram salvos;



3-) Afirmamos que o sacrifício de Cristo na cruz do Calvário foi
suficiente para livrar o crente de toda condenação do pecado
. Em virtude
disso, tornam-se desnecessárias ações humanas cujo foco destina-se a
quebra de maldições hereditárias, repreensão de espíritos familiares que
escravizam os homens ou até mesmo a observância de elementos místicos
cujos conceitos não estão fundamentados nas Sagradas Escrituras. Ao
contrário disso, afirmamos veementemente que cremos que a morte de
Cristo na cruz foi suficiente para libertar os salvos das garras de
Satanás dando a estes, vida eterna
(Colossenses 1:13-14).



4-) Afirmamos que Cristo é suficiente para a salvação do pecador. Em
virtude disso, não existe nada, nem ninguém, nem tampouco nenhuma
observância religiosa capaz de corroborar com a salvação dos homens
.
Acreditamos que a salvação não se deve a uma conquista humana, mas é uma
dádiva de Deus. Não nos é possível alcança-la por mérito, mas sim por
graça, e que também não é um tipo de troféu que erguemos como fruto do
nosso esforço pessoal, mas um presente imerecido (Efésios 2:1-10).



5-) Afirmamos que o evangelho é a boa notícia da salvação graciosa de
Deus de que somente pela fé em Jesus Cristo o homem pode ser salvo e que
ninguém pode ser justificado por suas obras
, visto que todos pecaram e
distanciaram-se da glória de Deus (Romanos 3:23; 6:23; Efésios 2:8-9),
tornando-se assim incapazes de se autojustificarem diante de Deus
(Romanos 3:10-11).


Diante do exposto, concluímos:



Estamos convictos de que fora de
Cristo absolutamente ninguém pode ser salvo
, portanto, com coração
contrito, afirmamos que rejeitamos todo tipo de doutrina, ensino ou
conceito teológico que afirme a possibilidade de salvação do pecador
fora de Cristo.


Declaramos também, como discípulos
do Senhor, que assumimos o compromisso de proclamar Cristo a todos os
povos, tribos, línguas e nações, como o único capaz de salvar o homem de
seus delitos e pecado
s (João 10:6; 11:25; 14:6).


Portanto, confiantes na graça de
Deus, assumimos este compromisso diante do Todo-poderoso e de Seu povo, a
fim de vermos em nossa nação um poderoso progresso do Evangelho de
Cristo.

Pr. Euder Faber Guedes Ferreira (presidente da VINACC) 

Pr. Augustus Nicodemus (IPB/GO)
Pr. Aurivan Marinho (IC/PE)
Prof. Brenno Douettes (IB/PR)
Pr. Calvino Rocha (IPB/PB)
Pr. Ciro Sanches Zibordi (AD/RJ)
Pr. Conrad Mbewe (KBC/ZAM)
Pr. Franklin Ferreira (IB/SP)
Pr. Gaspar de Souza (IPB/PE)
Pr. Geremias Couto (AD/RJ)
Pr. Joaquim de Andrade (CREIA/SP)
Pr. Jonas Madureira (IB/SP)
Pr. Jorge Noda (ILEST/PB)
Pr. José Bernardo (AMME/SP)
Pr. Marcos Gladstone (SBB/SP)
Prof.ª Norma Braga (IPB/RN)
Pb. Solano Portela (IPB/SP)
Pr. Renato Vargens (ICA/RJ)
Miss. Rosali Melo (IC/PB)
Miss. Thomaz Litz (Juvep/PB)
Pr. Tiago Santos (IB/SP)
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *